22 de jul de 2013

Furlan impressiona e leva o título da GTS All Stars - Fuji 500km


Prendam este homem! Lucas Furlan faturou de forma incrível e esporádica o primeiro GTS All Stars, em Fuji, neste sábado.

Lucas precisou de uma permissão extra para participar da corrida, pois o piloto passou do tempo limite de inscrição. Entretanto, vendo que o mesmo tinha se inscrito antes, não houve por quê proibir. Partiu da última colocação, 13º. E mesmo assim, garantiu sua vitória.

Na frente, havia os GT-R's de Rapha Morais e Nick Nagano. Os dois logo partiram em disparada nas primeiras voltas, deixando os outros pilotos segundos atrás. Diego Costa foi um dos Lexus SC430 que se saíram bem na corrida, carro esse que não é a preferência da maioria. E fez uma ótima corrida em todas as oportunidades. Vide Geovanne Ferreira, que estava de NSX e fez uma corrida praticamente igual a do seu companheiro de equipe.
HSV-010 GT de Iago Garcia,
da Fodón Carreras

Logo no início, houve uma rodada perigosa de Iago Garcia, mas este conseguiu salvar o carro e fazer uma corrida de recuperação até a quinta colocação. No entanto, Iago teve de abandonar, ficando à 45 voltas do vencedor. Outro piloto teve de abandonar logo depois: Fernando Reis, que guiava seu EPSON NSX na última colocação, 83 voltas atrás do vencedor. Mais azarado que eles, é Rapha, que via muito bem desde o qualifying na sexta, fazendo a pole position e disputava o primeiro lugar com Nick Nagano na corrida por algumas voltas, mas pegou o mesmo caminho que Iago com o HSV-010. 98 voltas atrás do vencedor.

Rafael Pereira, novato no modo online de GT5 e de eventos da GTS, fez uma corrida exemplar e conseguiu terminar em sexto, também foi o único que optou por usar um conjunto de pneus diferente dos demais. Quando todos usaram macio, Rafael optou uma vez por pneu médio. Seu ARTA NSX estava constante e disputou posições com Washington Rodrigo, de Motul GT-R, e Fernando Laet, com o Denso SC430.

NSX de Rafael Pereira,
 carioca novato do Team Razgriz
Falando em Laet, foi um outro piloto que não conseguiu terminar. Disputando o sexto lugar contra os citados acima, este abandonou à 39 voltas do fim (coincidência, o número do seu carro também era 39) . Uma pena. Entretanto, foi o último a abandonar. Após os abandonos, as posições se equilibraram entre alguns pilotos, com exceção de Paulo Nunes, Marciel Claudino e Anderson Borges, que estavam atrás disputando suas posições.

Paulo Nunes, oitavo colocado, teve um desempenho discreto para o endurance, Paulo "lutou" contra seu carro, que era ótimo demais, devido a falta de habilidade do piloto - pois é um novato. Mas pelo fato de ter terminado a corrida, pode ser considerado um grande esforçado. Seu Woodone ADVAN Clarion GT-R teve a frente seriamente danificada. Anderson Borges teve um desempenho parecido, mas ambos pretendem voltar bem treinados na próxima edição.
A batalha pelo primeiro lugar:
 Lucas Furlan VS Nick Nagano

E o que falar de Lucas Furlan? Larga da última posição, faz a melhor volta da corrida, não passa metade do tempo e já começa a brigar pela primeira posição. Nick Nagano, o "sortudo" da corrida, liderando devido ao abandono de Rapha, teve de aturar a pressão omitida pelo Calsonic IMPUL GT-R da Furlan Racing. Os dois brigaram por duas voltas o primeiro lugar, no entanto, Lucas acabou levando, graças aos pneus mais conservados e, a um erro de Nick Nagano, ao tentar passar Paulo Nunes - retardatário.

Depois de passado, Nick fez o que pôde: optou por parar mais cedo e economizar combustível, mas não foi o suficiente para deter Lucas, e ficou à um minuto e dezessete de distância. Mais por honra, conquistou a segunda colocação. Diego Costa também foi pro pódio com o Lexus SC430, uma ótima corrida representando este carro. Ele e Geovanne Ferreira levam o título na subclasse H e T, obviamente, Lucas na N.

E a corrida terminou assim, após 110 voltas, uma ótima endurance e muito bem elaborada e aproveitada. Eis os resultados:

Classificação na corrida:

:


Pontuação:



Infelizmente, Daniel Pech, da YMS TeamNAG, Luiz Coletto, da LC & RD Motorsports e Roberto Denner, também da LC & RD Motorsports, não compareceram na corrida devido a compromissos e força maior. Rafa Pereira, Nick Nagano, Paulo Nunes e Washington receberam advertências, mas tiveram os pontos poupados. E Lucas Furlan, com a Furlan Racing, conseguiu levar o título em duas tabelas! Furlan Racing, YMS TeamNAG e F&C Totalsport Racing, ganharam entradas automáticas para o próximo GTS All Stars, que será realizado dia 12 de outubro, feriado nacional. Até lá, galera!


Nenhum comentário:

Postar um comentário