12 de out de 2013

Tudo sobre o GTS All Stars II - Qualifying, antevisão e lista de inscritos

Nunca um evento na GTS foi tão aguardado como o GTS All Stars II, que sucede o sucesso da primeira edição, cujo foi realizada em Fuji, com duração de 500 km (cerca de 3 horas de corrida). A Motegi GT 500km promete ainda mais ser tão disputada quanto foi em Fuji, já que, nesta edição, os carros estão mais equilibrados que os usados anteriormente.

Vamos começar pelo Qualifying. Na primeira parte, era esperado um novo recorde da pista, que chegou, nos treinos livres, na casa dos 1'44.8 pelo Mobil 1 NSX, de Nick Nagano. E não demorou muito para que o supertempo fosse tomado por ele de novo: 1'44.712. Contudo, como Lucas Furlan estava presente, dessa vez, quem deu o troco final foi ele: 1'44.372, cerca de -340 de diferença.

Logo atrás dos dois NSX de 2001, vem Raphael "Petula" Morais, da NEMESIS, outro NSX, com 1'45.119 e com grandes chances de disputar pela vitória. Com ele, vem Júnior Tavares, que entra no grupo de paraquedas, com 1'45.550. Júlio Molchan, que compõe a dupla do TeamNAG, aposta na economia dos pneus e fecha a lista dos NSX titulares na primeira sessão, com 1'47.108.

A F&C Totalsport Racing só viu um carro ir para a pista, pois, por motivos secundários, Geovanne Ferreira não entrou na pista. Restou ao seu companheiro de equipe, Diego Costa, representá-los durante o Q1, e o que o piloto conseguiu foi um sólido 1'47.846, +738 atrás de Júlio. Há chance da equipe ainda sim, ser desfalcada até na corrida. Mas torcemos para que isso não ocorra e que ela consiga colocar os dois Castrol TOM'S Supra's na pista.

Após o Q1, houve uma intervenção durante o intervalo, que colocou sob investigação o PENNZOIL NISMO GT-R de Andre Nishi, da Team Street Car GT. Os organizadores tiveram que vistoriar o carro por completo e entregue a um deles, para comprovar se realmente o carro era uma ameaça. Foi comprovado, o carro de Andre Nishi estava de chassi interior, suspensão, motor, aerodinâmica e muitas outras peças trocadas, oriunda de outros carros e que, por conta disso, foi considerado um hack car.

Pegaram todos de surpresa, pois jamais imaginariam que ia mesmo haver um hack entre nós. Rapidamente as medidas foram tomadas e o carro foi confiscado e apreendido, como prova, uma foto dos dados do peso bruto do carro foram tiradas, você por ver clicando aqui. Contudo, apesar da intervenção, Nishi não foi banido da corrida. No entanto, ele foi desclassificado do qualifying e largará na última posição com outro chassi do Pennzoil, dessa vez com um original e concebido pela organização. Ainda si, sua equipe inteira está sob investigação e será analisada após a corrida.

A 'rápida' intervenção suspendeu 30 minutos da segunda parte do qualifying e muitos pilotos desistiram de por seus carros na pista novamente, para concentrarem as suas atividades na corrida. Mas, por outro lado, mais quatro pilotos novos foram para a pista: Jun Kaname (BRT/Castrol TOM'S Supra '97), Gilberto Junior (NoBreaks Racing/NOMAD Diablo) e a dupla americana da Salt and Pepper Racing Team, Jiffy Betha e Todd Choti. Destaque para eles dois, pois conseguiram colocar os seus carros entre as primeiras colocações, Jiffy na quinta colocação e Todd na sexta. Jiffy é o único não-NSX na 7 primeiras posições e é um candidato forte a desbancar o queridinho da Honda, com seu WOODONE TOM'S Supra, 1'46.386.

Anderson Ferreira, da Furlan Performance Racing, de última hora, comunica que não poderá participar da corrida, pois não possui a DLC de Motegi, deixando a equipe de Lucas Furlan desfalcada e com chances mínimas de disputar título nas equipes, já que são muitas as equipes de dupla na corrida. Além disso, há o safety car, que será representado, hoje, por Julio Morosky, um piloto experiente e que comanda a turma da FGT.


Já conhecemos todos os rostos possíveis. Os mais cotados a vitória são, obviamente, Lucas Furlan e Nick Nagano, se basearmos pelos tempos que fizeram no qualifying. Contudo, tudo pode acontecer e atrás deles vêm outros pilotos tão fortes quanto. A corrida é daqui a pouco (17h00) e todos estão bastante entusiasmados com ela. Confira abaixo os resultados do qualifying:

1 Furlan Performance Racing Lucas Furlan AP_2kilimeio Honda LOCTITE MUGEN NSX '01 1'44.372
2 Aguri PROJECT TeamNAG Nick Nagano NaganoR390 Honda Mobil 1 NSX '01 1'44.712
3 NEMESIS Racing Team Raphael Morais Rapha_Petula_BR Honda RAYBRIG NSX '00 1'45.119
4 PURECLEAN BRAZIL Júnior Tavares JR_RACELOVER Honda Castrol MUGEN NSX '00 1'45.560
5 S&P Racing Team Jiffy Betha Subaru_WRC555 Toyota WOODONE TOM'S Supra '03 1'46.386
6 S&P Racing Team Todd Choti T3Moto Honda TAKATA DOME NSX '03 1'46.931
7 Aguri PROJECT TeamNAG Júlio Molchan  AguriCMO Honda ARTA NSX '00 1'47.108
DSQ Team Street Car GT Andre Nishi andre_nishi Nissan PENNZOIL NISMO GT-R '99 1'47.746
8 F&C Totalsport Racing Diego Costa corvettegs96br Toyota Castrol TOM'S Supra '01 1'47.846
9 NoBreaks Racing Gilberto Junior TomNoBreaks Lamborghini NOMAD Diablo GT-1 '00 1'50.029
10 Black Rotary Team Jun Kaname JK_AE86gt Toyota Castrol TOM'S Supra '97 1'55.307
11 F&C Totalsport Racing Geovanne Ferreira ghfgts Toyota Castrol TOM'S Supra '00
12 Team Street Car GT Alexandre Judav alexandrejudav Nissan XANAVI NISMO GT-R '03











Nenhum comentário:

Postar um comentário